Deixei de embarcar por falta de passagem

Carnival e Barco Pirata em Grand Cayman
Passaporte com o visto nas mãos, exames e STCW também! Já tava tudo pronto pro meu embarque acontecer! Fiz minha festinha de despedida, meus amigos lindos foram e me fizeram sentir saudades mesmo antes de eu ir embora! Fiz minha mala (coisa que eu menos gosto na vida), cancelei minha conta de celular, troquei todo o meu rico dinheirinho por dólar, fiz todo um discurso de despedida no facebook, enfim, tava prontinha pra virar marinheira de primeira viagem.

Meu curso em Miami estava marcado pra começar na segunda, então me disseram que eu embarcaria no sábado e provavelmente receberia a passagem só na sexta anterior. Ou seja, aquela bagunça e incerteza. Quando foi na própria sexta, eu já estava desesperada, nada de notícia da agência maldita. Liguei várias vezes lá e nenhuma resposta eles me davam. Foi então que a lindinha da secretária me ligou dizendo que eu não iria mais embarcar no dia seguinte. OIIIII?????? Isso mesmo, a bonitinha da agência não tinha minha passagem, que por erro deles não tinham confirmado que minha documentação tava toda ok, para a Image comprar o bilhete. É mole? 

Recapitulando, porque eles são uns infelizes e ESQUECERAM de confirmar que minha documentação já tava toda pronta, a Image entendeu que eu não iria embarcar, por isso não enviou a passagem.

O que eu fiz? Chorei, chorei, chorei, chorei, chorei... Xinguei a agência, xinguei a secretária, xinguei o mundo. Chorei mais um pouco.

Nesse momento eu não tinha mais dinheiro nenhum, porque meu dinheiro tava todo em dólar, não tinha mais celular porque tinha cancelado, não tinha mais felicidade nenhuma de pensar que eu tinha me despedido de todo mundo e não ia mais embora. Sabe aquela sensação de que você vai se passar por mentirosa? Foi bem isso que eu senti... Aquela agência horrorosa acabou com a minha ilusão naquele momento.

Então quando ia ser o meu embarque? Na semana seguinte eles me ligaram e disseram que o meu curso em Miami tava remarcado para o dia 11 de setembro. Quase um mês depois da data que era pra eu embarcar. Ok, o desafio agora era viver um mês sem celular, sem dinheiro e quase sem desarrumar a mala. Só quem é independente financeiro sabe o quanto é ruim ficar pedindo dinheiro pra pai e mãe, sem contar que meu pai nunca foi muito a favor de eu trabalhar em navio. Então tudo acontecia pra complicar a vida.

E a novela continua...
Postar um comentário

Postagens mais visitadas