O tal do STCW

Logo que você começa a pesquisar sobre trabalhos on board, se depara com a informação de que vai ter que fazer um curso chamado STCW. Falando bem por cima, é um curso de sobrevivência caso o navio afunde ou pegue fogo! Esse curso é obrigatória para tripulantes que trabalharão em navios que fazem a temporada brasileira. Navios que só ficam no exterior não necessitam o STCW.

Turma do 1 Ponto
Meu curso de STCW foi feito em Santos, que foi agendado pela minha agência. O curso levou 4 dias, sendo 3 deles em sala de aula e um dia de aula prática, no Guarujá.
Nas aulas teóricas você vai aprender a nomenclatura de partes do navio, técnicas de sobrevivência, entre muitas outras informações para sua sobrevivência no barquinho.

Van na ida pro Guarujá
Depois de dois dias de aulas internas, que foram muito cansativos, por sinal, na quarta feira temos a parte mais esperada do curso. O dia das aulas práticas! Uma van leva o pessoal pro Guarujá, o que faz com que a gente interaja bastante e pegue mais intimidade com a galera do curso!

Look do Treinamento
O primeiro treinamento é o de incêndio. Todo mundo precisa vestir uma roupinha linda dessas, o menor macacão vai ser gigante e a menor bota é número 41. Mas isso não é nada, perto do sufoco que está por vir!

Serventes de Pedreiro
A aula é no sol e é puxada MESMO! Você vai aprender sobre todos os tipos de incêndios e todos os modelos de extintores. A aula em si é legal, mas o mais especial é o comandante. O cara é louco e bem engraçado! Isso ajuda com que o tempo passe mais rápido!

Pegando no Extintor
Não adianta ter medo, todo mundo vai ter que apagar um fogo gigantesco usando 3 tipos de extintores e a mangueira dos bombeiros. O importante é que todo mundo está lá para aprender, ninguém nunca passou por uma situação dessas, então todo mundo se ajuda!

Hadouuuken
O treinamento tem vários estágios, o mais temido é a Casa de Fumaça, na qual todo mundo passa de mãos dadas. É uma casa completamente escura e cheia de fumaça de mentirinha. A missão é passar pelos obstaculos e sair vivo da casinha! É bem tranquilo!

Olha a bombaaa
O treinamento contra incêndio acaba tarde, você já vai estar morrendo de fome. Mas não ache que você vai comer. A van nos levou para a Marina e logo começamos o treinamento marítimo. É muita teoria que você ouve embaixo do sol, sem nenhuma sombrinha sequer.
Você vai virar um expert em balsas, tenders, ração humana e mais um monte de coisa que você nem imagina.

Patinho Amarelinho ai ai ai ai
 Depois de muito sol na cabeça e nenhuma gota de água, você pula no mar! E não tem frescura, vai de roupa mesmo, sem pensar em como a água tá gelada!
Tudo aquilo que você aprendeu em terra, vai ser feito na prática. Essa foto em forma de círculo é o procedimento que temos que seguir caso fiquemos à deriva. O comandante canta várias versões de uma música chamada Patinho Amarelinho e até Boite Azul. Isso que parece uma brincadeira, é na verdade uma técnica de sobrevivência.

O pior do treinamento
Depois de tudo isso, vem o tão famoso salto. Ele é feito de uma escada que fica em uma plataforma, tem 3 metros de altura e leva a fama do pior momento do treinamento.
De fato, é assustador pular dessa altura. Mas particularmente é bem pior pensar no pulo do que pular em si. O segredo é jamais olhar pra baixo, chega lá em cima, tampa o nariz e pula.
Não esquece dos R$ 790,00 que você está pagando para pular!

Para terminar a sequência do treinamento, você vai ter que entrar na balsa, que provavelmente vai ter um monte de gente dentro, os de dentro te puxam e os de fora te empurram. Essa pra mim foi a pior parte do treinamento e a que mais rendeu risadas!

Depois de tudo isso, você está livre pra tomar um banho e ir almoçar, o que já vai ser por volta das 4 da tarde! Depois é só pegar a van e voltar pra Santos!

Primeiros Socorros
Na quinta feira, último dia do curso, tivemos aula de primeiros socorros. A professora é surreal, apesar de estar a mais de 24 horas acordada, conseguiu prender a atenção de todo mundo e tornou a aula divertidíssima!
Aprendemos desde enfaixar uma pessoa, até massagem cardíaca. Todo mundo precisa fazer a massagem em um boneco. Uma dica: não vá com decote!

Depois da aula, temos a prova. Essa poderia ser bem pior, mas se você prestou atenção nas aulas, não tem como ir mal. O resultado sai na hora, mas não pense que você levará embora seu certificado. Esse vai ficar pronto somente um mês depois! Mas você receberá uma declaração de que concluiu o curso e de que foi aprovado!

Formada
O curso em si é cansativo e você vai se perguntar o tempo todo: preciso mesmo disso?
Sim, você precisa. Mas nem tanto pelas aulas, e sim pelas amizades e contatos que você vai fazer. Lá tem gente de todos os cargos, todas as companias e todo mundo está passando pela mesma situação (com poucas excessões).
É no STCW que você tem o primeiro contato com o que vai passar no navio, pode parecer uma terapia de choque, porque só te falam coisas ruins. Sabe aquele 'Pede pra sair'? É quase isso!

Foi no STCW que conheci pessoas especiais que quero carregar por toda essa minha vida on board!

UPDATE 06/2012: Esse post foi escrito antes do meu embarque, agora já desembarquei e tenho a sensação de que joguei um dinheirão fora. Como embarquei em companhia que não vem para o Brasil, o STCW foi inútil para mim. Mas mesmo assim, dentro do navio tive todo um treinamento bem parecido, ministrado pelo Safety Officer. Fique atento, se sua companhia não vem para o Brasil, não caia no papo de agência. Se informe muito e não jogue dinheiro fora.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas